Cacalo: “Em maio, Grêmio só não ganhou dos times que não se interessaram em jogar”




O que o Grêmio fez no jogo contra o Bahia foi a verdadeira escolha estratégica da forma de atuar. Trocou passes, fechou muito bem a defesa e foi forte na marcação, mas jamais abdicou do direito de atacar, tanto que marcou dois gols. Com isso, e pelas razões que abordei anteriormente, o Bahia precisaria atacar buscando vencer em sua casa.

Leia mais
Cacalo: “Foi uma vitória sofrida em Salvador”
Cacalo: “Renato saberá ultrapassar esta dificuldade”
Cacalo: “Errar tantos gols é a única queixa que tenho”

Tanto era importante e necessária a vitória aos baianos que a derrota definiu a queda de seu treinador. Mas o técnico Renato teve personalidade e competência suficientes para transferir a seus atletas a correta forma de jogar, dentro do que havia estabelecido internamente. Ou seja, buscar os três pontos, com uma forma diferente de jogar se comparado com as últimas apresentações.

E tudo isso se deu, com certeza,

Leia a notícia completa em:

Cacalo: "Em maio, Grêmio só não ganhou dos times que não se interessaram em jogar"