Cacalo: “Errar tantos gols é a única queixa que tenho”




Foi um bom jogo de futebol. 

O Grêmio teve uma boa atuação, especialmente na segunda etapa. Enfrentou um adversário que jogou fechado, marcando forte, mas sem abdicar do contra-ataque. 

O Fluminense não se portou de forma covarde nem como uma equipe pequena. Pelo seu esforço, conseguiu um excelente resultado. No entanto, o Grêmio não pode errar tantos gols como vimos ontem à noite. Essa valência tem que ser trabalhada. 

É a única queixa que tenho, errar tantos gols.

Os pontos corridos

Historicamente, tenho defendido a ideia de que não me agrada a fórmula do Campeonato Brasileiro. Por inúmeros motivos. O principal deles, na minha modesta opinião, é que se trata de uma competição em que o campeão, para conquistar o título, às vezes o faz jogando contra o lanterna. Não há decisão. Não há empolgação popular. 

Não há nada mais desestimulante do que ouvir ao longo de todo ano a

Leia a notícia completa em:

Cacalo: "Errar tantos gols é a única queixa que tenho"