Cacalo: “Foi uma vitória sofrida em Salvador”




O Grêmio mostrou a força de sua camisa gloriosa. Modestamente, previ que o Bahia não iria ser uma equipe que somente tentasse não perder o jogo. Pressionado por seus torcedores e na zona de rebaixamento, iria buscar a vitória. Mas, defensivamente, o Grêmio mais uma vez demonstrou a segurança de sempre, mesmo sem Geromel. 

Kannemann novamente foi soberano, um gigante na área tricolor, não perdeu uma jogada. Bressan o acompanhou com muito esforço. Mas, na verdade, o time sentiu o desentrosamento pela ausência de vários titulares. Afinal, Léo Moura, Geromel, Arthur, Luan e Jael fizeram e fazem falta. E os jovens que entraram deram conta do recado, dentro de suas possibilidades. 

Penso que, no contexto do jogo, o lateral-direito Leonardo fez uma boa partida. A lamentar ainda a lesão de Ramiro. Vamos torcer para que não seja nada grave. Foi a primeira partida neste campeonato que o adversário teve coragem

Leia a notícia completa em:

Cacalo: "Foi uma vitória sofrida em Salvador"