Copiando o Lauro Quadros: “Aquilo que ninguém disse”





O Lauro Quadros, com quem tive a honra de trabalhar na Folha da Manhã e na Folha da Tarde, costumava dizer durante o icônico Sala de Redação que iria dizer aquilo que ninguém ainda havia dito.

Na maioria das vezes era algo irrelevante, já que realmente tudo de verdadeiramente importante já havia sido dito. O fato é que ele chamava a atenção para si e instigava o ouvinte.

Hoje, imito Lauro, que continua o mesmo cara alegre e elétrico com quem convivi em viagens e nos corredores do prédio da Caldas Jr.

Pois vou comentar o que até agora não li nem ouvi em lugar algum.

É sobre o gol histórico de Alisson. O gol que mantém o Grêmio vivo na Libertadores e, de quebra, silencia aqueles que já preparavam um bombardeio ao planejamento do clube em relação a escalar time reserva, misto ou titular.

Pois há um personagem

Leia a notícia completa em:

Copiando o Lauro Quadros: “Aquilo que ninguém disse”