“É us guri”: amizade fora de campo favorece jovens do Grêmio a consolidar evolução em 2019




Jean Pyerre, Matheus Henrique e Pepê, este último artilheiro do Gauchão com três gols, são as próximas promessas da fila gremista. O trio buscou nas redes sociais um termo para representar a amizade. A expressão “é us guri”, com direito a erros gramaticais, virou praticamente um lema dos jovens provenientes das categorias de base.

Thonny Anderson, que veio no ano passado do Cruzeiro, também faz parte da turma, como mostra a imagem acima, mas está aquém dos demais parceiros.

Na vitória sobre o Caxias por 3 a 0, no último domingo, Jean Pyerre deu assistência para Pepê, em jogada iniciada por Matheus. Apenas um exemplo do protagonismo dos amigos no time reserva, escalado eventualmente por Renato no Gauchão.

Os garotos vivem juntos o processo de transição. Estavam no início do estadual de 2018, quando a equipe B fracassou. Durante o ano, aos poucos, ganharam oportunidades. Nesta temporada, no entanto, fizeram a pré-temporada e começaram o ano no grupo principal. Mais um passo na amizade, que se estreita nas concentrações com disputas no jogo online PUBG.

– No ano passado, eu, Matheus, Jean estávamos encontrando um pouco de dificuldade para ser o nosso ano. Hoje prometemos que íamos entrar junto com os titulares, com tudo – destaca Pepê.

– Dessa vez tivemos uma pré-temporada muito boa e estamos provando que estamos mais fortes do que estávamos – resume Matheus.

Os três jogadores se consolidam cada vez mais no imaginário dos torcedores, a ponto de se tornarem opções de respeito no banco de reservas, ainda que sem tanto destaque nacionalmente. A meta é justamente esta: manter o nível durante toda a temporada.

– Cada ano que passa, a gente procura mostrar nosso valor. Queremos nos manter à disposição e trabalhando forte – aponta Jean Pyerre.

Como o rodízio de Renato não será só no Campeonato Gaúcho, o ano deve reservar ainda mais chances em outras competições. No próximo domingo, contra o Avenida, às 18h30, na Arena, os titulares serão escalados. Mas “us guri” estarão de prontidão, caso precisem ajudar.

Leia a notícia completa em:

“É us guri”: amizade fora de campo favorece jovens do Grêmio a consolidar evolução em 2019