Goleada entusiasma Cerro Porteño para pegar Grêmio, mas falta repertório; análise




Se os gremistas têm motivos de sobra para não perder a confiança após a vitória sobre o Cruzeiro no Mineirão, na abertura do Brasileirão, o próximo adversário na Libertadores pode dizer o mesmo. O Cerro Porteño andava mal das pernas no Campeonato Paraguaio, mas a goleada por 5 a 0 sobre o segundo colocado Nacional e os cinco jogos de invencibilidade, sem tomar gols, já deixam a torcida em polvorosa para derrubar o atual campeão da América. Só que o time de Luis Zubeldía precisa de repertório para superar o Tricolor na noite de terça-feira.

Cerro Porteño ainda não perdeu jogando em “La Olla” (Foto: Divulgação / Cerro Porteño)

Na última sexta, o Cerro superou as expectativas ao “esmagar”, como disseram os meios de comunicação do país, o vice-líder da competição, pela 12ª rodada do Apertura. Óscar Ruiz abriu o placar aos 34 minutos do primeiro tempo, e o restante dos gols saiu após os 30 da etapa final, com Candia, Rojas, Novick e Valdez. O escore fez a equipe saltar da sexta para a terceira posição. A forma como o resultado foi construído mostra uma das principais características do Ciclón.

– Quando faz 1 a 0, o Cerro se fecha um pouco mais e trata de contragolpear com muita velocidade. Se sai à frente no placar, muito dificilmente acaba perdendo, ainda mais em casa – relata o repórter da Rádio Monumental Victor Villalba.

Para construir a vitória elástica, o Cerro Porteño abusou do lado direito. No primeiro gol, Ruiz aproveitou rebote de um chute na trave do centroavante Diego Churin. No segundo, a bola foi trabalhada de pé em pé, pelo meio, até Novick dar um passe pelo alto para Candia cabecear. Em outras duas escapadas pela direita, o lateral Raúl Cáceres, eleito um dos melhores em campo, cruzou na cabeça de Rojas e Novick, respectivamente. O caixão do Nacional foi fechado com uma falha do goleiro que Nelson “Haedo” Valdez completou.

Jornal Última Hora destaca goleada sobre o Nacional por 5 a 0 (Foto: Reprodução )

Leia a notícia completa em:

Goleada entusiasma Cerro Porteño para pegar Grêmio, mas falta repertório; análise