Grêmio iguala gols sofridos do primeiro turno e vê em risco posto de melhor defesa do Brasileirão




Na primeira metade do campeonato, o Grêmio saiu sem sofrer gols em 13 dos 19 jogos. Em contrapartida, o Tricolor foi vazado em cinco dos nove jogos no segundo turno até o momento.

O Grêmio se mantém com a melhor defesa do Brasileirão: são 16 gols em 28 jogos (média de 0,57 por jogo). No entanto, passa a ter a sombra do Palmeiras no quesito. O Verdão levou 18 gols em 28 confrontos (média de 0,64). Muito disso graças ao efeito “Felipão”. O clube paulista levou apenas três tentos no segundo turno (confira os números abaixo).

Após o empate em 2 a 2 com o Bahia, Renato Gaúcho comentou sobre os problemas defensivos, sobretudo com gols sofridos no início. O técnico cobrou foco do grupo gremista para evitar desatenções.

– No momento em que o árbitro apita, muita coisa pode ocorrer a favor e contra. Não podemos dar esse mole. Um ou outro jogador entram desatentos. Já é difícil fazer gol, aí você sai atrás, e as coisas começam a dificultar. O que cobro é foco durante o tempo todo. Essa tecla que eu tenho conversado com o grupo, trocado ideias e cobrado muito nesse sentido. O adversário não espera – destacou.

Grêmio e Palmeiras farão confronto direto no próximo domingo, às 16h em São Paulo. Para esse duelo, Renato não poderá contar com Kannemann, convocado para a seleção argentina, além de Marcelo Grohe, com lesão de grau um no adutor da coxa direita. Também com problema muscular, Everton é outro vetado pelo departamento médico. Bruno Cortez, Léo Moura e Ramiro se recuperam de lesões e não têm presença confirmada.

Leia a notícia completa em:

Grêmio iguala gols sofridos do primeiro turno e vê em risco posto de melhor defesa do Brasileirão