Guerrinha: Grêmio peca no acabamento das jogadas




Não foi a primeira vez.

Em todos os jogos, o Grêmio tem posse de bola absurda, joga dentro do campo do adversário, quase não corre riscos, mas muitas vezes deixa o campo lamentando a postura defensiva dos adversários e a falta de vitórias.

Leia mais
Após mais de um ano, Douglas participa de treino coletivo no Grêmio
Arthur participa de coletivo e pode voltar ao time do Grêmio contra o Bahia
Seis machucados apenas correm ao redor do gramado e devem desfalcar o Grêmio contra o Bahia

Nesses oito primeiros jogos do Brasileirão, quatro empates, oito pontos desperdiçados, muitos deles motivados pela dificuldade na criação e no acabamento das jogadas, que deveriam ser muito maiores em razão da imensa superioridade no quesito bola no pé.

EQUÍVOCO – Faltou a ordem da casamata. É difícil acreditar que o atacante Rossi, com outra boa atuação, tenha sido o escolhido para cobrar o pênalti a favor

Leia a notícia completa em:

Guerrinha: Grêmio peca no acabamento das jogadas