José Augusto Barros: “Com pés no chão, mas podemos comemorar”




Após mais uma goleada no Gauchão, ouvi em muitas rodas de debate que a performance arrasadora do Grêmio se dá, em boa parte, pelo fato de os times do Estadual serem muito mais fracos do que aqueles que enfrentaremos no restante da temporada. Visão que não está de todo errada, diga-se. Porém, é interessante separar alguns fatos antes de uma análise definitiva.

Leia mais
VÍDEOS: veja como foi a passagem de Diego Tardelli no futebol chinês
Diretor do Grêmio confirma que nova proposta japonesa por Jael ficou abaixo do esperado
Em apenas seis rodadas, Grêmio supera campanha da fase de grupos do Gauchão 2018

Uma das opiniões que ouvi fez uma comparação interessante, ao lembrar que Everton fez um golaço contra o Avenida, mas que não conseguiu matar o jogo contra o River Plate, na Arena, naquele lance que poderia ter decidido nossa classificação para a final. Ok, até concordo que poderia, embora

Leia a notícia completa em:

José Augusto Barros: "Com pés no chão, mas podemos comemorar"