Relação entre Grêmio e Conmebol fica ainda mais estremecida após caso Gallardo




Tomás Hammes/GloboEsporte.com

A relação do Grêmio com a Conmebol após o caso Gallardo deve ficar ainda mais estremecida. Clube e entidade já mantêm um relacionamento conturbado desde as finais da Libertadores do ano passado, quando o Grêmio, prejudicado pela atuação do árbitro de vídeo no primeiro jogo da final contra o Lanús, fez reclamações formais.

Na época, entre o jogo de ida e o de volta, na Argentina, o clube produziu uma espécie de dossiê com vídeos e trechos do regulamento da competição e entregou a patrocinadores da Libertadores, o que desagradou a Conmebol. Além disso, o clube exigiu a retirada de um argentino do quadro de árbitros que trabalharia no VAR no jogo de volta.

Posteriormente, em fevereiro deste ano, o Grêmio recebeu uma multa de 112 mil dólares pela elaboração e divulgação do dossiê. Agora, com o caso Gallardo, no qual o clube buscou seus direitos e enfrentou a Conmebol para

Leia a notícia completa em:

Relação entre Grêmio e Conmebol fica ainda mais estremecida após caso Gallardo