Renato lamenta morte de Tarciso: “Grande perda para o Grêmio e para o futebol brasileiro”




Lauro Alves / Agência RBS

Mesmo de férias no Rio de Janeiro, o técnico do Grêmio, Renato Portaluppi, se manifestou sobre a morte de Tarciso Flecha Negra. Ambos formaram o ataque da equipe que conquistou os maiores títulos do clube – a Libertadores e o Mundial de Clubes de 1983.

— Uma grande perda para o Grêmio e para o futebol brasileiro. Tive o prazer de jogar ao lado dele e de conviver com uma pessoa maravilhosa. Meus sentimentos a toda família — declarou o ídolo tricolor.

Quando foi contratado junto ao Esportivo de Bento Gonçalves, no início dos anos 1980, Portaluppi encontrou Tarciso, onze anos mais velho, como o dono da camisa 7 no Estádio Olímpico. Ao longo do tempo, acabou ganhando a posição. No entanto, com a chegada de Valdir Espinosa, ambos foram acomodados no trio de ataque, com o mais experiente sendo deslocado para a ponta-esquerda. Na final

Leia a notícia completa em:

Renato lamenta morte de Tarciso: “Grande perda para o Grêmio e para o futebol brasileiro”