Unanimidade nacional, “mito” Geromel se reinventa no Grêmio e ganha Tite; entenda




O que muda é seu “apelido” entre colegas e integrantes da comissão técnica. “Geromito”, como é chamado pelos torcedores, virou “Seleça”, ao ser saudado pelo auxiliar Alexandre Mendes.

Vai para dividida?)Lógico. Claro, 100%. Foi assim que cheguei até aqui. Não vou agora tirar o pé” (Pedro Geromel).

O próprio Tite deixou evidente que o “olho no olho” pesou tanto em sua escolha quanto o desempenho quase impecável do zagueiro nas últimas três temporadas. Na entrevista coletiva após a divulgação da lista, o técnico falou que o “intangível” foi fator determinante para preferi-lo a Rodrigo Caio.

– Regularidade de desempenho, alguns aspectos também que são muito individuais de feeling, de percepção. Coisas como dia a dia de trabalho, treinamento, relações, a palestra, olhar no olho, momento da mobilização, do jogo. É difícil transmitir para vocês. Grêmio vem mantendo padrão de regularidade em alto nível há dois anos. Começou com Felipão, afirmação com Roger e colhendo todos os frutos pela qualidade do trabalho com Renato. E o Geromel nesse tempo mantendo uma consistência em alto nível. Isso tudo o credenciou – afirma Tite.

Geromel vibrou com a convocação de Tite (Foto: Eduardo Deconto)

De fato, quem vê as atuações soberanas do capitão do tri da América do Grêmio jamais ousaria dizer que Pedro Geromel fora alvo de contestações. O zagueiro teve sua contratação acertada pelo Tricolor ao final de 2013 e desembarcou em Porto Alegre no começo de 2014 como um desconhecido de sobrenome um tanto estranho. Não à toa. Formado na base do Palmeiras, o defensor só havia atuado como profissional em solo europeu, com passagens por Portugal, Alemanha e Espanha, antes de deixar o Mallorca

Leia a notícia completa em:

Unanimidade nacional, “mito” Geromel se reinventa no Grêmio e ganha Tite; entenda