“Xiê xiê”




Marinho marcou apenas três gols pelo Changchun Yatai (Foto: Divulgação/Changchun Yatai)

É apenas uma questão de tempo para Marinho ser anunciado como nova contratação do Grêmio. O atacante inclusive deixou no ar uma espécie despedida ao Changchun Yatai, da China, em seu perfil oficial no Instagram. O negócio está praticamente alinhavado para a transferência e depende apenas de uma assinatura para ser concretizado.

Conforme apurou o GloboEsporte.com, é a caneta do presidente Romildo Bolzan Júnior o único movimento que falta para que o acordo seja selado. E justamente o mandatário tricolor reluta em confirmar as tratativas. O jogador de 28 anos deve chegar a Porto Alegre por 3 milhões de euros (aproximadamente R$ 13 milhões). Por coincidência, é o mesmo valor que o Barcelona pagará ao Grêmio para antecipar a chegada de Arthur.

Marinho deu mais uma pista de que a negociação se aproxima de um final feliz na tarde deste sábado. Em seu perfil oficial no Instagram, publicou uma imagem em ação pelo Yatai com a frase “Xiexieeeee #yatai”. A melhor tradução para a expressão “xiê xiê”, do mandarim, é “obrigado”, o que suscita a hipótese de uma despedida do atleta.

Xiexieeeee #yatai 🇨🇳

O atacante surge como a alternativa ideal para o time de Renato Gaúcho furar as retrancas adversárias, um problema que o treinador tem enfrentado dificuldades para superar. Em 2016, notabilizou-se no Vitória por seus lances individuais e gols. Com este cartaz, ganhou o apelido de “Di Marinho”.

Fruto das categorias de base do Fluminense, Marinho tem uma passagem pelo maior rival gremista, o Inter, em momento de transição ao profissional, entre 2009 e 2010. Sem se firmar, o atacante rodou por Caxias, Goiás, Náutico, Ceará e Cruzeiro até deslanchar, de fato, pelo Vitória, em 2016. Naquele ano, o jogador disputou 43 partidas, com 21 gols marcados pelo Rubro-Negro, dos quais 12, pelo Brasileirão.

O rendimento o transformou em alvo de cobiça dos grandes clubes brasileiros, mas o Changchun Yatai fez a melhor proposta

Leia a notícia completa em:

"Xiê xiê"